domingo, 14 de maio de 2017

Alexandre Frota - Sonho de consumo



Olá, pessoal. Hoje vou escrever pra recomendar um filme pornô. O que torna essa indicação ainda mais excitante é que foi a minha esposa quem tomou a iniciativa de procurar em vários camelôs até encontrar e comprar o filme sem o meu conhecimento.
Eu, bobinho como sou, jamais imaginei que minha esposinha, séria, tímida e recatada, pudesse, por meio de conversas entre amigas, conhecer um filme pornô e me apresentar a ele. Sem mais delongas, o filme que ela me apresentou é um da série de filmes do bad boy Alexandre Frota. O nome do filme é “Na teia do sexo”.
O fato é que quando vi, minha esposa chegou em casa com o filme e já foi colocando pra gente ver. O enredo não é diferente da maioria dos filmes do gênero. Claro que a história é fraca e não se sustenta. Mas isso é típico dos filmes pornôs. Quem busca um enredo mais trabalhado terá que procurar filmes eróticos.
Entretanto, não vou negar, que apesar dos diálogos fracos e das atuações pouco convincentes, nunca pensei que eu pudesse ficar tão boquiaberto vendo aquele troglodita do Frota devorando aquelas lindas e delicadas mulheres. Tudo assim, tão explícito, selvagem e parecendo bem real. Os gemidos, as posições, a pegada, tudo me pareceu espontâneo. O que já não é tão fácil assim de se encontrar no universo dos filmes pornôs.
Eu confesso que sempre tive um preconceito contra o Alexandre Frota. Sempre achei ele muito marrento e antipático. Nunca fui com a cara dele. Pronto, falei. Mas, foram justamente essas características, unidas a um físico de impressionar, que produziram um verdadeiro macho alfa de altíssima qualidade.
Foi inacreditável o que eu e a minha esposa vimos. Ele todo grosseiro, brusco, rústico, com cara de mau, metendo aquela mão enorme sobre as cinturinhas super finas, e peles super delicadas das lindas garotas. Beijos na boca de língua, mãos fortes sobre as peles lisinhas, tudo feito sem camisinha e com muita saliva. O pau enorme e grosso do Alexandre impressiona. Minha esposa que é pequena ficou pasma.
O filme não tem nenhuma referência ao Cuckold, mas mesmo assim, as cenas são muito quentes. Não consegui deixar de me imaginar como sendo o corno dele. Ele é realmente um animal selvagem. O efeito do filme em mentes como a minha é óbvio. Desejei a cada cena que a minha esposa estivesse ali no lugar das mulheres do filme. Ah, como eu queria isso.
Sim, essa é a minha confissão de hoje. Eu desejei como nunca que o Alexandre Frota comesse a minha esposa, exatamente como no filme. Ele enorme, bad boy, grosseiro, antipático e minha delicada esposinha toda lisinha  por baixo, levando vara sem camisinha e beijando ele de língua.
Não sei quanto a vocês leitores, mas eu me excito em ceder minha esposa pra um cara escroto, cara de mau, rude, bad boy, antipático mesmo. Sei que é difícil explicar, mas adoro detestar quem vai comer a minha esposa. Acho que uma pitada de antagonismo entre marido e amante podem sim temperar o Cuckold, mais do que se o comedor for um bom menino e grande companheiro do casal.
E o Alexandre Frota caiu como uma luva nesse conceito. É o autêntico macho alfa dos meus sonhos. Fiquei surpreso com minha esposa, já que esse não é bem o perfil de homem que ela deseja. Mesmo assim, foi ela quem trouxe o Alexandre Frota pra dentro da nossa casa. Não foi? Acho que ela admite a beleza plástica daquela foda com o troglodita. Mas, ainda não é o que ela deseja pra ela.
Não é fácil quando o casal chega no acordo para praticar Cuckold, mas cada um tem sua própria visão de macho alfa ideal. Eu e a minha esposa temos gostos nitidamente opostos para homem. Eu procuro um “Alexandre Frota” e ela procura um “Richard Gere”. Eu quero o animal rude que fode a chamando de cadelinha, e ela quer o sedutor, que a beije ardentemente e que olhe ela nos olhos e segure suas mãos. Acho que é algo assim.
Dessa forma, poucos são os candidatos que conseguem satisfazer os dois lados. Concordamos apenas em alguns poucos pontos. Gostamos de homem muito safado e com pegada pra valer. Ela inclusive gosta de levar tapas na cara (o que eu adoro ver). O resto todo, precisamos tirar uma média, que no final irá tender mais pro lado dela. Afinal, é ela quem dá a palavra final.
Mas, voltando ao Frota, li que ele já comeu 78 mulheres em sua carreira como ator pornô. Fico imaginando quantas dessas mulheres são hoje casadas. E todas foderam de forma selvagem com o Alexandre e sem camisinha. E claro, me imagino como sendo um desses maridos que hoje pode bater no peito e dizer com gosto: “O Frota fodeu a minha mulher e eu tenho o filme disso”.
Só que, eu me coloco no lugar desses maridos, com a minha cabeça. Na prática, sei bem que muitos desses maridos não sentem orgulho do passado pornográfico de suas esposas. Existe ainda muito machismo e hipocrisia em nossa sociedade.
Lendo sobre frases e a trajetória do Frota, posso dizer que não compartilho de opiniões políticas com ele. Mas, devo reconhecer não apenas suas habilidades sexuais, mas também sua postura firme de caráter em declarar sem medo suas opiniões. Acho que o Frota era daquela época em que pessoas da mídia ainda diziam o que pensavam de forma autêntica, em vez de ficarem presas ao “politicamente correto”, que tanto nos entedia nos dias de hoje.
Durante sua vida, Frota botou no ventilador mesmo. Assumiu uma carreira polêmica e repudiada pela sociedade. Além disso, transou com travesti, usou drogas, admitiu ter comido algumas atrizes, e não teve medo de ser quem ele é, doa quem doer. Muitas dessas posturas são criticáveis, sem dúvida. Mas, ninguém poderá dizer uma coisa: que ele é mascarado.
Penso que é um homem macho como todo Cuckold fantasia, autêntico, com personalidade forte. Claro que isso o torna arrogante, marrento, desagradável a todos os homens que não querem sair perdendo pra ele. E sem dúvida que o Frota se perde quando usa o seu físico pra intimidar com ameaças pessoas de opiniões contrárias e fortes de caráter, como no caso do José de Abreu.
Mesmo com tudo isso, ainda respeito ele como pessoa honesta e avessa à hipocrisia social. Alguém que encarou de frente os preconceitos da sociedade e assumiu sua natureza grotesca, animal, primitiva, bruta, que tanto fascina as mulheres e ofende os homens mais “comuns”.
Mesmo com todas as críticas e ressalvas que faço a ele, dedico esse post a enaltece-lo como o autêntico macho alfa. Vendo seu filme vejo que ele é, sem dúvida, uma referência de homem para maridos como eu, que gostam de ceder a esposa pra homens “mais machos”.
Reconhecer que outro homem é “mais macho” é sem dúvida algo muito difícil para a maioria dos homens. É justamente esse o trampolim mais difícil de saltar para quem deseja se tornar um verdadeiro Cuckold. Digo isso porque não consigo ver o prazer em ver sua esposa com um homem “inferior”.
A graça da coisa está em “perder”, mesmo que temporariamente, a mulher da sua vida para um homem mais viril, forte, imponente, arrogante, prepotente, antipático e dominador. Esse é pelo menos o modo como me excito nesse fetiche.  Eu não procuro um cara bacana, simpático, confiável, bom de coração e muito menos fracote. Alexandre Frota é perfeito em tudo. É homem pra quem gosta de imposição física e mental. 
Alexandre, se você estiver lendo essa nossa postagem, sei que procuramos casal, mas no seu caso, só tenho uma coisa a dizer: "vem comer a minha esposa, por favor!!"














43 comentários:


  1. Clique em http://analpornoanal.com/ e assista os melhores vídeos de sexo anal da internet

    As ninfetas mais gatas da internet estão em http://ninfetinhasporno.com/

    ResponderExcluir
  2. O sonho de consumo da minha esposa, é um ator chamado Shane Diesel. O cara tem um pé de mesa estúpidamente grande e grosso.
    Ela mesma me diz que não aguentaria nem a cabeça da pica, mas que passaria um dia inteiro só adorando aquele monumento de carne.
    Minha gata tem um pen drive quase cheio com filmes completos desse cara e um dos nossos "projetos" é conheçe-lo pessoalmente numa viajem de férias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Ricardo. Que delícia esse "projeto". Se rolar, nos conte como foi. Não conhecíamos o Shane Diesel. Graças à vocês procuramos fotos na internet. Belo macho realmente.

      Excluir
  3. concordo com texto do amigo no que se refere ao ator como macho alfa!
    Quem de nos adeptos não sonharia ver sua esposa sendo dominado por um espécime desse? Sonho de consumo de qualquer casal!Mas um desse não se acha de graça mesmo vc tendo mulher mais gostosa do mundo , eles cobram caro muito caro, sabem do seu valor!A não ser que tenha muita sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, ksar paiva. Não é fácil. Imagino que caras assim, comam quantas mulheres desejarem.

      Excluir
    2. Só como exemplo estivemos a dois anos atrás em uma feira erótica em são paulo e la encontramos vários caras igual Alexandre Frota, tanto trabalhando em estandes como se exibindo para casais, Claro que minha esposa se interessou por alguns, conversamos com em particular , minha esposa chegou a ate a apoupa-lo para ver o tamanho da ferramenta , ficou super exitada ,mas quando perguntamos quanto sairia o programa ela apenas disse R$ 1,500.00 com despesa toda bancado pelo casal!Dai não tivemos como levar a brincadeira adiante , não aceitou em pechinchar!

      Excluir
    3. Uau!! 1.500?
      Assim só a Suzana Vieira vai ter esse cachê. kkk

      Excluir
  4. Bom Dia,
    Estou num dilema. Procurei vários sites e esse é o de longe o mais elucidativo sobre o tema. Sou casado a 5 anos e quase a 1 ano minha esposa me traiu com um colega de trabalho. Depois de certo sofrimento eu perdoei. Mas depois de uns 6 meses comecei a imaginar a situação e me masturbar frequentemente. Logo depois que gozo me sinto mal e pra baixo. O cara com quem ela transava é boa pinta e tal e eu relaxei dps do casamento. Minha esposa é bonitona e atrai atenção. Será que tenho tendências Cuckold? Devo abordar o assunto com ela? Como?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caso é muito semelhante ao teu, meu amigo. Casados a 6 anos, fui traído no primeiro ano de casamento. Depois disso disso virei muito ciumento, mas de tanto desconfiar e pensar na traição, essa raiva começou a se transformar em fetiche e hj me acabo na punheta olhando vídeos de casadas e cuckolds. Mas depois que gozo bate aquele arrependimento e a depre tbm. Eu penso que esse meu fetiche talvez seja apenas fictício, e tenho medo de avançar na fantasia e me arrepender de alguma forma.

      Excluir
    2. Passei por algo bem parecido, no meu caso evoluiu para um relacionamento liberal, ou melhor, ela é liberada e eu me mantenho fiel.
      Acredito que cabe a você deixar esse seu sentimento de ciumes e tesao evoluirem para cuckhold, se você ja esta se masturbando imaginando como sua esposa transou com o amigo esta no caminho certo... e se voce permitir esse prazer so tende a aumentar.

      Excluir
    3. Boa noite pessoal.

      Vivo situação igual a de vocês, porém com algumas pequenas diferenças.

      Como isso é muito forte, me dedico diariamente a conversar com outros cornos na net pra saber como é a vida de quem já vive a fantasia de forma real. A gente se depara com muitas coisas, algumas verdadeiras, outras nem tanto.

      Minha esposa já teve uma experiência, porém não foi aquilo que eu esperava e nem ela, mas NÃO tomo essa experiência como a divisora de águas, dado às circunstâncias que fizeram com que ela acontecesse e que não cabe abordá-las aqui.

      Apesar de haver receio de arrependimento e até mesmo de término do casamento, felizmente ou infelizmente, não consigo ficar sem me excitar com essa fantasia e desejar que ela se realize de forma a ser prazerosa pra mim e principalmente pra ela.

      Já conversei com psicólogo sobre o assunto e o veredicto dele é que, sendo fantasia, ela não desaparecerá, pois está "eternamente fixada" em minha mente, podendo ser colocada num canto da mente, mas ela estará sempre lá e dependendo da situação será despertada com maior ou menor intensidade.

      Já sou assíduo de sites e blogs que abordam o tema e de longe o "Casados na Pista", na minha humilde opinião de corno manso frustrado, é o que melhor aborda o tema.

      Aos que podem realizar e viver a fantasia, digo que devem viver e contar à nós, cornos mansos frustrados, o que viveram ou estão vivendo.

      Aos produtores do blog, Sr. e Sra. Cuckfreedom, por favor não nos abandonem.

      Abraços a todos.

      Excluir
    4. Bom dia todos.
      Primeiramente, respondendo a pergunta original do Alexis:Sim, você tem tendência Cuckold. Antes de abordar o tema e procurar saber a melhor forma para isso, recomendamos que aguarde um pouco nosso livro que está pra ser lançado.
      Ele vai se chamar "O fenômeno Cuckold" e trará uma análise social, psicológica, filosófica, bem ampla e ao mesmo tempo tratando justamente de dúvidas como as que você registrou aqui.
      O livro já está totalmente escrito. Só falta a correção de detalhes, e alguns gráficos.
      Assim que for lançado iremos avisar por esse blog.
      E por falar nisso, respondendo ao querido amigo, anônimo: fique tranquilo, não iremos abandoná-los. A vida corrida às vezes nos impede de escrever e de postar. Mas, vamos superando isso sim.
      Um grande abraço a todos.
      PS - O que mais enriquece o nosso blog, na verdade, é que vocês se abrem aqui, falam suas experiências, discutem opiniões e dão ideias. Sem vocês, nosso blog seria só mais um.

      Excluir
    5. Enquanto isso me acabo na punhetando... Rs

      Excluir
  5. Oi gente sou casada a 8 anos liberal a uns cinco e desde do início ja notei a "vocação" do meu marido pra ser corno pelas coisas que ele fazia e que ele pedia que eu fizesse, ja no início tivemos preferência por solteiros e foram raras as vezes que saímos com casal, depois ele passou a me liber pra sair sozinha com outros mas era só isso e pronto, depois ele passou a me pedir pra contar como tinha sido, depois passou a pedir que eu fodesse com o cara e vinhesse sem tomar banho pra ele me chupar ou pro cara gozar mas tudo isso sem que o cara soubesse pois ele ficava com vergonha e aí foi evoluindo e só a pouco tempo vinhemos à conhecer o termo cuckold e então ele entendeu que não está sozinho nesse mundo, hoje ele é um corninho assumido e feliz. Bom no decorrer desse tempo tive vários parceiros alguns de uma noite outras saimos mais algumas vezes mas nunca tive um fixo e é isso que quero pois prefiro qualidade e não quantidade, conheci um single super gostoso, e que tem um pau enorme e saí com ele algumas vezes, tanto eu quanto o corninho gostamos dele pois ele faz totalmente nosso perfil e gostariamos muito que ele fosse o fixo porem por nossa falta de experiência não sabemos como proceder se falamos com ele e tal e aí alguem pode me ajudar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Labelle.
      A proposta que deve fazer a seu amante é:
      "Gostaria de tentar uma relação fixa pelos próximos meses? A gente reavalia como fica depois desse tempo. O que acha?"
      Bem, essa proposta, pra sua comodidade e segurança, deve ser feita com prazo. Isso porque uma vez que o prazo se esgote, e qualquer um de vocês se mostre insatisfeito com o resultado, o término da relação se dará ao expirar o tempo, como num contrato de locação de imóvel. Pode parece bobagem, mas uma atitude assim, pode evitar constrangimento lá na frente. Se ao final do prazo, houver interesse em continuar, vocês renovam os votos por mais um período de tempo, e assim sucessivamente.
      A abordagem do casal sobre um single é bem fácil de ser executada, e de aceitação quase que imediata.
      Dificilmente um single rejeitaria uma oferta dessa. É o sonho de todo comedor. Só terão que avaliar detalhes, sobre outras relações que ele eventualmente tenha. A compatibilização de horários e a disponibilidade e frequência dos encontros.Será preciso decidir se irão fechar um grupo e fidelidade sexual. Se essa fidelidade, havendo, se estenderá ou não ao campo afetivo. Enfim, assim como num contrato, é bom que tudo seja conversado com o máximo de honestidade antes de se começar uma relação. Desejamos toda a sorte pra vocês. E claro, que adoraríamos: 1 - Receber fotos de vocês. 2 - Saber onde moram 3 - Receber noticias de como tudo está caminhando.

      Excluir
    2. Obrigado pela dica.
      Com certeza darei as notícias de como foi tudo e mandarei fotos nossas bjao

      Excluir
  6. Amigos!Sou corno a 4 anos e poso dizer que vivemos um segunda vida de casados depois disso, já não tínhamos a interesse um pelo outro ela queria sexo eu não com ela mas com outra, por isso deixei ela a vontade, hoje prefiro saber que ela está com outro do que eu procurar outra mulher, não que não o faça ,mas prioridade ela com outro homem , e faço como o marido de Labelle, ,gosto que ela venha suja (Gozada) para ter o prazer de chupa-la ainda esporrada por outro, gozo chupando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom o relato. Mostra que o fetiche Cuckold é capaz de renovar uma relação desgastada pela rotina e pelo tempo, e torná-la ainda mais apimentada do que quando nova.

      Excluir
  7. Olá Sr. Cuckfreedom,
    Parabéns pelo blog e pelo futuro livro.
    Na adolescência eu tive um namoro Cuckold, porém sem saber do termo. Íamos a micaretas e ela ficava com meio mundo. Transar foi uma vez só e sem eu ver. Devido a circunstâncias terminamos. Logo depois veio um casamento de 10 anos sem o fetiche. Uma vez bêbado questionei sobre o assunto e ela despistou. Veio o divórcio e a esperança de um relacionamento assim voltou a tona. Estou transando com 3 moças. Aproveitando minha vida de solteiro. Só que queria ficar com uma mais propensa ao fetiche. Não quero perder muito tempo e queria logo ficar com aquela com mais chances ou que se propusesse a fantasia. Tem uma que já foi casada e tem a mesma idade que eu (34). Outra de 34 também, porém sempre foi solteira. E uma novinha de 22. Não sei se jogo limpo com as 3 e vejo quem aceita....RS! Alguma dica sua ou de algum leitor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu penso como estratégia estabelecer um papo picante por whats app. Que de certa forma tenho com as 3. Uma mais que outra, evidentemente. E depois de um contexto perguntar qual a fantasia que ela gostaria de realizar e falar que ja realizei a minha, que era ver/saber que uma mulher minha deu pra outro cara. Mesmo sabendo que nunca vi. O que acham? Vai chocar? Certamente perguntarão se foi com minha ex esposa. Será q devo confirmar pra dar veracidade?

      Excluir
    2. Jogar um verde, ou melhor, uma meia verdade muitas vezes da certo.
      Acho que voce deve preservar sua ex-esposa, pode dizer que foi com uma antiga namorada e diz que adoraria repetir a experiencia.

      Excluir
    3. Olá, Cris.
      O lado bom de ter 3 namoradas em vez de 1 esposa é que sua chance de acertar triplica. Além disso, mesmo que nada dê certo, o abalo não é tão catastrófico quanto num casamento já estabelecido.
      Ou seja, você tem muito a ganhar, e menos a perder.
      A abordagem é sempre a parte mais delicada. Em geral, o fato de você se abrir antes delas, as deixará mais livres pra se abrir de volta.
      Se você souber tratar sua fantasia com naturalidade, e contar como uma experiência interessante, que já te aconteceu... pode ser que o choque não seja tão grande.
      Mas, cá entre nós, se o choque for grande, era porque não era pra acontecer com essa candidata. A única coisa que você não pode deixar mal resolvida é a possibilidade do fetiche ficar mal explicado ou ser confundido com vontade reprimida para outros propósitos. É importante que tudo fique claro, mesmo que choque. Uma vez que não role com uma, tenta com outra. E procure deixar sempre um caminho aberto pra poder retomar a relação normalmente, mesmo diante de uma rejeição ao fetiche. Ou seja, para todos os efeitos, procure mostrar o Cuckold como uma ideia, uma sugestão, e não como uma necessidade (por mais que saibamos que no fundo, é uma necessidade). Esperamos ter ajudado um pouco. Mas é um assunto muito complexo. Poderíamos esticar por muitos parágrafos.

      Excluir
    4. Ah sim, esqueci de dizer: a ideia da conversa por whatsapp, ou mesmo por telefone pode ser boa, se achar que com isso todos ficarão mais a vontade pra escrever livremente o que vem a cabeça. Algumas pessoas se soltam mais quando não precisam olhar nos olhos na outra.
      Por outro lado, se achar que a conversa chegou num ponto em que haverá necessidade de expressar firmeza e confiança, nesse caso, recomendamos continuar a conversa pessoalmente. Por mais que tudo seja uma grande brincadeira, é importante que as regras sejam levadas a sério e que haja honestidade entre os participantes. Daí, algumas vezes, a importância de se traçar alguns pontos de forma pessoal.

      Excluir
  8. Ontem a noite conversei com as 2 por whatsapp. E sempre puxando o assunto pro papo caliente. Depois de amaciar, fiz perguntas e progredir passo a passo. Algumas delas, depois de algumas mais suaves: Qual foi a sua maior loucura na cama? Qual a fantasia que não realizou e qual não teria coragem de realizar e com quantos homens já trepou. E sempre deixando claro que minha maior tara era saber o passado sexual de mulheres. O que é verdade. A novinha respondeu que a maior loucura for ter transado no banheiro de uma boate, que já trepou com 12 homens na vida, que tem vontade de sair com uma mulher e que não realizaria a fantasia de sadomasoquismo. A outra solteira de 34 respondeu que teve por volta de 30 homens, que a maior loucura foi transar na praia, que a maior fantasia não realizada é transar com um negro e que não transaria com uma mulher. E com o papo rolando eu sempre respondendo a curiosidade delas tbem. Foi quando revelei (apertei o botão do foda-se) que a minha maior fantasia não realizada era permitir que minha mulher saísse com outro e viesse me relatar como foi. Confesso que elas ficaram espantadas, mas atiçou a curiosidade. Falaram que eu era louco, que não suportaria o ciúmes. A priori disse que não fazia questão de ver. Tenho que ir devagar.......rssss! Mas combinei com a mais novinha que sairíamos em uma noite caliente e que ela contaria algumas de suas transas. Veremos cenas dos próximos capítulos. Eu sempre me excitei com o passado sexual das minhas transas. Nem todas contaram. Seria isso um indício de um Cuckold?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Cris. Certamente que é sim, um indicio de Cuckold. Mas que bom que você está se descobrindo. E melhor ainda, conseguindo aos poucos abordar temas próximos com suas namoradas. Acredito que muito em breve estará pondo em prática esse maravilhoso mundo. Aguardamos os proximos capitulos. Nao deixe de nos contar.

      Excluir
  9. Boa Tarde Sr Cuckfreedom,
    Escrevi a uns 2 meses sobre algumas aventuras. Eu expliquei que meu namorado é Cuckold e eu tinha um peguete que não sabia dá fantasia. Eu abri o jogo com ele e ele terminou a história. Eu também tinha descoberto que a ex esposa dele também participava das fantasias. Então, o meu namorado ficou 1 mês tranquilo sem alimentar a fantasia de um outro homem. Foi quando em uma noite de bebedeiras ele disse se eu repetiria a fantasia com outro homem. Fiquei meio assustada pois o peguete tinha sido peguete antes de eu conhecer meu atual namorado. Eu disse pra ele que ficava assustada em sair com alguém novo. Aí ele me disse algo que fiquei com raiva e vergonha. Ele disse que um grande amigo dele sabia desse fetiche e que tinha falado de mim. Fiquei puta e terminei o namoro. Como assim abrindo nossa intimidade com outros. Durante duas semanas ele correu atrás de mim feito louco e voltamos. Eu amo muito ele. Foi então que ele abriu o nome desse tal amigo e foi aí que minha espinha gelou. Era o sócio dele, que é casado e tem dois filhos. Segundo ele a esposa dele não sabia de nada e por isso o sigilo era garantido. Ele me confessou inclusive que esse sócio comia sua ex esposa. Meu namorado tem um poder de convencimento muito grande e me convenceu a um Happy hour em casa com o sócio. Numa quarta feira na casa do meu namorado fizemos uma noite de petiscos e cerveja. Tinha jogo a noite. Tudo transcorreu normalmente até o final do jogo. Quando começaram um papo sobre sexo. Não sabia onde colocar a cara. O sócio contava normalmente sobre as traicoes a sua esposa. Foi quando meu namorado disse: o Fulano é uma máquina de sexo, as mulheres não saem do pé dele. Além de ser um legítimo pé de mesa......Foi aí que não aguentei de vergonha e fui ao banheiro, esperando q a fumaça abaixasse. Quando voltei eles riram muito e o sócio tomou a palavra: "Fique tranquila, eu sei do fetiche do seu namorado e só vou fazer oq vc quiser". Pensei comigo:" Nossa que vergonha". Foi quando ele disse: "Essa noite é só o começo e sacou seu pau imenso pra fora". Fiquei desconcertada. Meu namorado disse: "Bate uma pré ele, amor". Eu fiquei paralisada e num impulso comecei a punhetar o cara. Ele tentou me agarrar e eu disse que se quisesse era só aquilo. Massageie aquele mastro por uns 20 minutos até gosar. Com todos um pouco sem graça, ele foi embora. Naquela noite sem falar uma palavra transamos absurdamente. Foi insano. No outro dia de manhã numa fúria de culpa terminei o namoro. Faz 3 semanas que estamos separados. Ele corre muito atrás de.mim e que casar se casar. Eu o amo, mas estou confusa. Nesse final de semana fui a uma balada com uma amiga que queria me tirar dá fossa. Acabei beijando um cara no sabado e repeti a dose no domingo. Acabei transando com o cara. Algo inimaginável pra.mim transar no segundo encontro há um ano atrás. Mas sei que isso foi um ato pra tapar lacunas. Acho q vou procura-lo pra conversar hj ou amanhã. Vc acha q devo voltar com ele? Qual será a atitude dele com relação ao Cuckold daqui pra frente? Menciono a transa do final de semana?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Renatinha.
      Acho que deva reatar com seu namorado. O que pesa dentro de você é a necessidade de se ver mais dentro dos padrões. Mas, se você for bem racional, vai perceber que a sociedade não merece que você deixe de viver o que há de melhor, só pra satisfazer padrões que nada tem haver com você. O marido Cuckold é sem dúvida o mais prestativo, apaixonado, fiel e dedicado que você possa ter em toda sua vida.
      E com ele você poderá ser completamente honesta. inclusive falar sim da sua transa do final de semana. Ele certamente, vai adorar saber os detalhes. Aguardamos o desenrolar da sua história. Não deixe de nos contar. Estamos quase publicando um livro que tirar muitas duvidas sobre o tema e que trata do Cuckold de uma forma quase científica. Quando ficar pronto avisaremos.

      Excluir
    2. Desculpa a intromissão De Cuckfreedom. Mas pra quantos homens você já liberou a Sra Cuckfreedom?

      Excluir
    3. Olá, Renatinha.
      Não divulgamos esse numero. Mas, posso dizer que em comparação ao um casal cuckold clássico, estamos muito abaixo da média. Isso porque além da nossa vida corrida, e dela ser super seletiva, o motivo principal é que preferimos qualidade à quantidade.
      Acreditamos que com maior intimidade, e mais encontros com a mesma pessoa, o prazer aumenta.
      Mas, sabemos que não é o gosto de muitos casais. Conhecemos casais que evitam essa maior interação com um único comedor, justamente pra fugir dos riscos de um envolvimento afetivo.
      Enfim, são caminhos opostos. De um lado, casais que buscam uma grande variedade de homens, em relações mais curtas. Do outro, casais como a gente, que buscam intensidade com um mesmo homem em relações mais duradouras.
      Respeitamos muito quem possui gosto diferente do nosso. Não existe certo ou errado no tesão. Existe sim, aquilo que mais de dá tesão.

      Excluir
    4. Ontem tive uma conversa com meu namorado é decidimos reatar. Amo muito ele, mas decidi que temos q esperar um pouco pra casar. Conversamos mais de 3 horas sobre os fetiches e etc, é o que ele espera de mim.
      No fundo ele tem um pouco de culpa, mas disse que é fissurado e que é mais forte q ele. Fiz algumas perguntas pra ele e gostaria de saber do Sr. Cuckfreedom se é isso mesmo é seu fetiche é parecido com o dele. Algumas perguntas:
      Eu: onde isso começou?
      Ele: começou com uma traição dá ex esposa que ele descobriu. Dps de sofrer e perdoar a coisa tomou corpo.
      Eu: sua esposa demorou pra aceitar o fetiche.
      Ele: muito, uns 2 anos. (Eu fui mto mais rápida)
      Eu: com quem ela comecou?
      Ele: com o mesmo cara que tinha traído.
      Eu: Ela teve muitos parceiros?
      Ele: uns 10.
      Eu: vc participava?
      Ele: depois de um tempo e com alguém sabe, eu comecei a presenciar.
      Eu: Qual foi a mais intensa de todas?
      Ele: eles chamaram um cara "especializado" em cornear maridos. Durante a fantasia o cara transou a noite toda com a ex e humilhou ele bastante.
      Eu: o que vc espera de mim?
      Ele: espero que você comece aos poucos e vamos passo a passo. Vc não vai fazer o que não queira.
      Eu: vc já teve algo homossexual nisso?
      Ele: essa vez o macho "especializado" fez eu limpar o pau dele. Mas disse que não curtiu muito.
      Eu: vc sabe q tive muitos poucos homens, meu primeiro, meu caso (macho), vc e........Mais um cara nesse fds (comentei do cara que tinha transado). Vc acha que darei conta ou atenderei sua expectativas?
      Ele: jura q vc transou esse fim de semana? (Aí ele pediu detalhes). Você tem mais potencial que minha ex. Vc aceitou o primeiro macho muito mais rápido e na cama é muito mais safada que ela.
      Eu: o que eu faço com vc que ela não fazia?
      Ele: Anal por exemplo é vc chupa mto mais....
      Eu: teve algo dentro do fetiche que vc não realizou e que espera realizar?
      Ele: gostaria de um dia ver vc com dois caras de academia.
      (Fiquei assustada)

      Depois do papo nos atracamos e transamos.
      O que achou?

      Excluir
    5. Olá, Renatinha.
      Sim, o fetiche é o mesmo. Se chama Cuckold e é o tema principal do nosso blog e do livro que pretendo publicar.
      Muitas das perguntas que fez, teriam respostas iguais ou muito parecidas com as que ele respondeu.
      Claro que existem níveis de profundidade diferentes e também variações de pessoa a pessoa.
      Vocês terão que descobrir juntos suas preferências comuns, suas diferenças e seus limites.
      A palavra final nesse fetiche sempre será da mulher. Portanto, você já pode se sentir desde já promovida a rainha. Desfrute ao máximo do seu reinado e nos mande sempre noticias e fotos.
      Bjs

      Excluir
  10. Disse tudo!!!... Todo CORNO que se preze tem esse mesmo pensamento... Que graça tem em entregar a esposa pra homens "bonzinhos", que procuram romance com uma mulher casada? Que tesão existe em vê-la nos braços de um cara inferior ou igual ao marido? ... Desculpem-me os que gostam, mas eu me realizo quando a vejo com um verdadeiro MACHO ALFA. Aquele que é mais alto, mais legal de corpo, mais forte e, principalmente, muito, mas muito, mais DOTADO que o maridinho.. Aquele que pega a nossa esposa com força e com desejo. Fala putaria no ouvido dela. Beija e passa as mãos em todo o corpo da casadinha, sem se importar que o marido esteja perto. Faz ela perder a vergonha e obedecer a tudo que ele manda. Até chupar o pauzão dele na frente de todos os amigos do casal no clube de swing. Enfim, assumir a nossa esposa como namorada putinha bem do nosso lado... São caras com essas atitudes que a maioria dos maridos CORNINHOS sonham em ver com suas esposas pra fazê-las gozarem de todos os jeitos, deixando o cheiro e o gosto de macho impregnado nelas. Pra só então, depois deles ficarem exaustos de tanto brincarem, devolver a esposinha pro maridão toda acabadinha e com aquele sorriso que não sai do rosto da putinha e, porque não, do rosto do CORNÃO também.... Abço e parabéns ao casal do CASALFINALDESEMANA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Muito bom você ter posto isso aqui. As vezes acho até que sou o único a querer um comedor assim. Valeu pelo apoio!!

      Excluir
  11. Na verdade fazer o que nós não fazemos ate por sermos maridos é outra relação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, ksar paiva.
      Marido é outro tipo de relação, com uma forma diferente de fazer sexo. O amante leva muita vantagem nesse assunto. Minha esposa se prepara, se perfuma, se depila, se arruma de um jeito totalmente diferente pro amante.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  12. bos noite, com todo resoeito linda esposa, alexandre e fraço não, mais se eu pego uma gata desta ela tem que aguantar uma 7 horas de prazer, tenho 37 anos, so moreno claro dotado 24x14 cm, meu cotato para prazeres, 9 81443492, mim chamo fabio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Fábio. 7 horas não é moleza não.
      Eu aqui, não aguento nem 7 minutos. Brincadeira. kkk

      Excluir
  13. Sou comedor discreto e sigiloso. Zap: (74) 9 9157-4676.

    ResponderExcluir
  14. Boa Tarde a todos,

    Tenho 34 anos e sou casado a 2 anos. Sempre tive a fantasia de ser corno manso, mas nunca tive coragem de confessar a minha esposa. A fantasia era só fantasia. Porém nesse sábado após um bebedeira eu confessei durante a transa essa minha vontade. Achei que ela ficaria mais ressabiada. Teve um espanto, mas não do jeito que eu esperava. Depois de passar o tesão e a transa, não tenho certeza se é isso que eu quero. Sinto tesão mais medo. Devo falar que era só fantasia e pra não levar a sério? Ou é pior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes de falar com a parceira... o primeiro passo é você decidir com você mesmo os seus limites.
      Sentir culpa e medo é comum quando descobrimos vontades fora do padrão. Sempre que escolhemos caminhos que nos afastam das demais pessoas... sempre que achamos que estamos deixando de ser "normal".
      Mas, a "normalidade" é uma ilusão. Assim como a culpa e o medo também não são racionais.
      O livro que irei lançar em breve fala um pouco desses assuntos. Quando for lançado irei avisar por aqui.
      Uma vez que supere o medo e a culpa... e se decida por praticar o fetiche, aí sim, você pode falar com ela e entrar na fase de convencimento da esposa.
      Já que falou sem estar convencido ainda, sugiro que deixe o assunto esfriar até que você sozinho se decida. Não acho que deva tocar no assunto antes disso, mesmo que pra falar que era só fantasia.

      Excluir
  15. Existem muitos vídeos e filmes pornográficos com a temática cuckold (Internacionais).Eu tenho vários.Atualmente para terem uma ideia, eu tenho 96,3 GB de vídeos apenas com essa temática no meu computador.Fora os muitos que já tenho gravados e também armazenados no meu HD externo.Inclusive, O próprio Alexandre Frota tem um vídeo pornô sobre o tema.eu tenho o hábito de legendar filmes de corno.Sim, Muitos vídeos pornográficos internacionais tem história e eu amo isso.

    ResponderExcluir
  16. Nossa!! Não tínhamos ideia da existência desses vídeos. Fiquei louco agora. Como conseguir esses vídeos? Algum nome que pudesse indicar?

    ResponderExcluir

Fique a vontade para deixar seu comentário :